Download MacauHub mobile app (iOS version)


Download MacauHub mobile app (Android version)


Angolana Unitel passa a controlar Banco de Fomento Angola

A empresa Angola de telefonia móvel Unitel concluiu quinta-feira a operação de compra de 2% do capital social de Banco de Fomento Angola (BFA) ao português Banco BPI, passando a controlar 51,9% da instituição financeira angolana, informou a empresa em comunicado.

O comunicado adianta que Mário Leite da Silva assumirá o cargo de presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola.

Em comunicado divulgado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o Banco BPI informa que “as participações do Banco BPI e da Unitel no BFA passaram a ser de, respectivamente, 48,1% e de 51,9%” e que Fernando Ulrich e José Pena do Amaral renunciaram aos cargos de presidente e vogal do Conselho de Administração do BFA.

Os accionistas do BPI aprovaram em 13 de Dezembro, à segunda tentativa, a venda parcial do BFA pelo BPI, perdendo este o controlo do banco angolano que fundou no final da década de 1990.

Em Setembro, a administração do BPI, liderada por Artur Santos Silva e Fernando Ulrich, propôs a venda de 2% do BFA à Unitel, por 28 milhões de euros, tendo apresentado essa operação como a “única solução” para que o BPI consiga cumprir as exigências do Banco Central Europeu de redução da exposição ao mercado angolano. (Macauhub)

Compartilhe esta notícia:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Print
  • email
  • RSS

Notícias relacionadas:

  1. Angola: Banco BPI vende 49,9% do capital do Banco de Fomento Angola à angolana Unitel
  2. Unitel oferece 140 milhões de euros por 10% do Banco de Fomento Angola
  3. Banco BPI deverá perder controlo do Banco de Fomento Angola
  4. Portugal: BPI e Unitel assinam acordo para venda de 49 por cento do Banco Fomento de Angola
  5. Angolana Unitel aprova acordo sobre bancos de Fomento Angola e BPI