Download MacauHub mobile app (iOS version)


Download MacauHub mobile app (Android version)

Macao magazine


Pet

Governos da África Austral devem apoiar desenvolvimento dos portos e caminhos-de-ferro

A Associação dos Caminhos-de-ferro da África Austral (SARA) pretende um maior envolvimento dos governos da região na mobilização de investimentos para o desenvolvimento de infra-estruturas ferroviárias e portuárias, disse o presidente da associação, o moçambicano Rosário Mualeia.

Ao intervir na cerimónia que marcou o lançamento da conferência anual da SARA, a ter lugar em Novembro próximo na capital moçambicana, Mualeia referiu-se igualmente à importância do apoio governamental na remoção dos controlos tarifários e simplificação de procedimentos e formalidades aduaneiras.

Mualeia, igualmente presidente da estatal Portos e Caminho de Ferro de Moçambique, destacou ainda a importância da harmonização das políticas e regulamentos dos transportes rodoviários e ferroviários na região, bem como a isenção ou redução de impostos na importação de equipamentos do sector.

De acordo com o matutino Notícias, de Maputo, a próxima conferência da SARA vai discutir questões relacionadas com a forma de actuação das empresas associadas, com particular atenção na promoção de uma integração tão perfeita quanto possível dos serviços de transporte na região.

Além de empresas ferroviárias associadas, participarão na conferência entidades de regulação, investidores e financiadores de projectos da indústria ferroviária, empresas transportadoras e fornecedoras de combustíveis, instituições financeiras, consultores do sector de transporte, especialistas em sistemas e tecnologias de informação e comunicação entre outros.

A SARA é uma organização criada em 1996 que integra empresas de portos e caminhos-de-ferro da SADC com o objectivo de promover e desenvolver os interesses comerciais da região. (macauhub)

Compartilhe esta notícia:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Print
  • email
  • RSS

Notícias relacionadas:

  1. Lucros antes de impostos da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique triplicaram em 2010
  2. Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique tem condições para concluir reconstrução da linha do Sena
  3. Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique transportaram mais passageiros e processaram mais carga de Janeiro a Novembro
  4. Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique investe na melhoria do transporte de passageiros
  5. Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique está a investir na recuperação de material circulante