Download MacauHub mobile app (iOS version)


Download MacauHub mobile app (Android version)


Empresa seleccionada para exploração de mármore em Cabo Delgado, Moçambique, apresenta plano de desenvolvimento

A empresa seleccionada em concurso público para retomar a exploração de mármore em Montepuez, na província de Cabo Delgado, deverá apresentar ainda este mês o plano de desenvolvimento do projecto para apreciação governamental, de acordo com fonte oficial.

Ramiro Nguiraze, director provincial dos Recursos Minerais e Energia de Cabo Delgado, disse ao jornal Notícias, de Maputo, que a proposta a ser submetida deverá conter os pormenores técnicos que a empresa pré-qualificada no concurso adopptará para reactivar aquela que é uma das mais importantes indústrias extractivas em Cabo Delgado.

Escusando-se a indicar o nome da empresa, Nguizare garantiu ainda que é em função dessa proposta técnica que o governo deverá tomar a decisão de adjudicar ou não a mina de mármore de Montepuez à referida companhia.

O distrito de Montepuez é rico em mármore e, além da área que era operada pelo grupo português Visabeira, foi efectuada recentemente a descoberta de um outro depósito de mármore com reservas estimadas em 18 milhões de metros cúbicos.

Lançado pelo Ministério dos Recursos Minerais, o concurso visou seleccionar a melhor proposta para o desenvolvimento do jazigo de mármores localizado no distrito de Montepuez, incluindo o desenvolvimento de infra-estruturas associadas ao projecto integrado de mármore iniciado em 1990 com apoio financeiro e técnico do governo italiano.

A fábrica de processamento de mármores em Pemba, mais conhecida por Marmonte, foi inaugurada em Julho de 1993, no quadro da execução do projecto integrado de mármores de Montepuez, inicialmente a cargo da empresa italiana TecnoStone (http://www.tecnostone.com/), e mais tarde entregue ao grupo português Visabeira. (macauhub)

Compartilhe esta notícia:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Print
  • email
  • RSS