Download MacauHub mobile app (iOS version)


Download MacauHub mobile app (Android version)

Macao magazine


Empresas agrícolas do corredor da Beira, em Moçambique, poderão vir a receber apoio

Beira, Moçambique, 14 Fev – O Corredor de Crescimento Agrícola da Beira (BAGC, na sigla em inglês) está a receber propostas de investimento no sector agrícola naquela região de Moçambique a serem posteriormente apresentadas ao Fundo Catalítico, informou a agência noticiosa moçambicana AIM.

O BAGC é uma parceria entre governos, investidores privados, agências doadoras e organizações regionais cujo objectivo é promover o aumento da produtividade agrícola em Moçambique e na região austral de África e o Fundo Catalítico é um fundo financiado por diversos países e organismos internacionais que é gerido pela AgDevCo, uma empresa de desenvolvimento de projectos, sem fins lucrativos e apoiada por fundações e agências de desenvolvimento internacional.

De acordo com a AIM, as empresas de Sofala, Manica e Tete que virem os seus projectos aprovados terão direito a um financiamento que varia entre 50 mil e 500 mil dólares, dependendo a qualificação do investimento do plano de negócios a ser apresentado.

Os candidatos deverão ainda provar que têm capacidade de gerir e de executar projectos no terreno e com sucesso, bem como demonstrar que o negócio é capaz de reembolsar o investimento ao Fundo Catalítico no prazo de cinco anos. (macauhub)

Compartilhe esta notícia:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Print
  • email
  • RSS

Notícias relacionadas:

  1. Moçambique vai receber pacote financeiro para desenvolver a agricultura no centro do país
  2. Guiné-Bissau: Infra-estruturas e serviços nos meios rurais vão receber apoio da ONU
  3. Porto de pesca da Beira está a ser modernizado com apoio da banca árabe
  4. Moçambique: União Europeia financia reconstrução do sistema de saneamento da Beira
  5. Banco de Desenvolvimento de Angola divulgou lista de empresas de consultoria para apoiar produtores agrícolas