Download MacauHub mobile app (iOS version)


Download MacauHub mobile app (Android version)


Macau e Guangdong vão ao Brasil divulgar oportunidades do Grande Delta do rio das Pérolas

Macau, China, 23 Jul – As novas oportunidades de negócios criadas pelo desenvolvimento do Grande Delta do Rio das Pérolas, no sul da China, vão estar em destaque num seminário que decorrerá em São Paulo, no Brasil, em Agosto próximo, anunciaram fontes oficiais.

O seminário, organizado em conjunto pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Departamento da Cooperação Económica e do Comércio Exterior da Província de Guangdong e a Associação Comercial de São Paulo a 10 de Agosto, pretende dar a conhecer as potencialidades da região com o objectivo de atrair empresas dos países de língua portuguesa a investirem na província de Guangdong, através de Macau.

Trata-se da primeira vez que Macau e a província de Guangdong lançam uma acção de promoção conjunta no estrangeiro com vista a atrair ivestimentos, escreve hoje a agência MacauNews.

O seminário, que terá a presença de 250 homens de negócios de Macau, Guangdong e Brasil, está integrado nas acções que terão lugar por ocasião do Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa – Edição Brasil 2009, que se realiza de 11 a 13 de Agosto, no Rio de Janeiro.

“O encontro ter por objectivo reforçar a função de Macau como plataforma de cooperação económica e comercial entre a China e os países de expressão portuguesa, expandir o mercado dos países de língua portuguesa e aumentar o intercâmbio económico comercial entre as partes ” segundo um comunicado divulgado pelo IPIM.

O Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa que se realiza anualmente desde 2005, já decorreu em Angola (Luanda), Portugal (Lisboa), Moçambique (Maputo) e Cabo Verde (Praia).

O Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa é um projecto de cooperação entre os organismos de promoção comercial da China e de oito países de língua portuguesa, celebrado em Macau em Outubro de 2003.

O vice-governador da Província de Guangdong, Wan Qingliang, o presidente do IPIM, Lee Peng Hong, e o vice-presidente do Conselho de Promoção do Comercio Internacional da China (CCPIT), Zhang Wei, irão chefiar as respectivas delegações governamentais e empresariais que participam no encontro.

Estarão presentes no encontro, para além de uma delegação de Macau, representantes dos países de língua portuguesa, nomeadamente Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, Brasil e Timor- Leste.

Entre os países de lingual portuguesa o Brasil é o principal parceiro económico e commercial da China imediatamente seguido por Angola.

O Brasil lançou uma campanha junto da China de modo a que durante 2009 seja possível duplicar os valores do comércio bilateral.

A importação brasileira de produtos chineses cresceu 56,9 por cento em 2008, em comparação com 2007, e atingiu 20 mil milhões de dólares, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil.

Ainda segundo a mesma fonte a exportação de produtos brasileiros para a China também cresceu quase na mesma proporção (50,8 por cento), atingindo 16,4 mil milhões de dólares.

A balança comercial brasileira fechou o ano de 2008 com um saldo negativo de 24,7 mil milhões de dólares.

O Grande Delta do Rio das Pérolas GDRP), a mais extensa aliança regional da China, é uma estrutura económica mutuamente benéfica que vai fazer com que a região se catapulte para os lugares cimeiros do acelerado desenvolvimento da China .

O GDRP, também conhecido por 9+2, engloba Fujian, Jiangxi, Hunan, Guangdong, Guangxi, Hainan, Sichuan, Guizhou e Yunnan e as regiões administrativas especiais de Hongkong e Macau.

As oito províncias a a região autónoma de Guangxi representam um quinto do território nacional e um terço da população e do produto interno bruto da China.

A sua populaçao é semelhante à dos países da União Europeia. (macauhub)

Compartilhe esta notícia:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Print
  • email
  • RSS

Notícias relacionadas:

  1. Macau: Desenvolvimento do grande delta do rio das Pérolas pode beneficiar relações com os países de língua portuguesa
  2. Macau quer potenciar relações económicas entre os países de língua portuguesa e os 11 membros do Fórum do Grande Delta do Rio das Pérolas
  3. Participação de Macau no Grande Delta abre novas oportunidades – Edmund Ho
  4. China: Guangdong, Macau e Hong Kong juntam-se para desenvolver o Delta do Rio das Pérolas
  5. Edmund Ho defende cooperação regional no sector do turismo no Grande Delta do Rio das Pérolas